COMO O SOM É GERADO EM UM VIOLÃO?


      Os componentes necessários para a geração do som em um instrumento musical são, basicamente, três: um vibrador, um excitador e um ressonador.
    No violão, as cordas são os excitadores do tampo, que é, por sua vez, o vibrador. O fundo e os lados compõem a caixa acústica, que tem a função de dar sustentação ao tampo harmônico e amplificar e propagar a níveis audíveis as suas vibrações. Assim, as cordas são distendidas e, quando pulsadas, transferem para o tampo um determinado número de vibrações por segundo (Hz). O tampo vibra nesta mesma frequência, fazendo com que o ar se movimente dentro da caixa acústica. A boca tem como objetivo permitir a circulação de ar ali contido. Se não existisse nenhum orifício que permitisse esta circulação, o ar tenderia a comprimir-se, originando-se uma amortização, que impossibilitaria a vibração e não se produziria nenhum som.
    A situação considerada ideal, mas praticamente impossível, seria a de que todas as vibrações das cordas fossem transferidas diretamente para o tampo harmônico, o que na prática não acontece, pois todos os componentes existentes no instrumento acabam absorvendo parte destas vibrações.

    Abaixo segue o link de um artigo muito interessante sobre o assunto, da University New South Wales, Sydney, Austrália.
    Acoustically Important Construction Features